Fundada há 30 anos em Capitão Leônidas Marques, interior do Paraná, a Anjos Colchões & Sofás atingiu, em junho deste ano, uma marca histórica na empresa: 93% a mais de faturamento em relação ao mesmo mês de 2019. Com 80 unidades no Brasil e exterior, mesmo durante o período de pandemia por causa do coronavírus, mais 20 contratos foram fechados e a empresa espera terminar o ano com 120 lojas. Dessas, quatro são próprias e as demais são franquias. Meta é chegar a 500 unidades até 2025.

Para o diretor de franquias, Leonardo dos Anjos, o momento de isolamento social fez com que as pessoas valorizassem mais o conforto em casa, por isso, os itens da empresa foram tão procurados nesse período. “Para nós não está tendo crise. As pessoas estão mais em casa e querem investir em conforto. O dinheiro que poderia ir para um carro novo ou para uma viagem está sendo investido em bem-estar”, opinou.

Apesar de precisar fechar as lojas durante um período de 15 dias, em março, devido às medidas preventivas em relação à Covid-19, os meses seguintes foram de recuperação para a companhia. Maio já tinha apresentado uma alta de 45% no faturamento se comparado ao mesmo período do ano passado, e junho bateu a marca de 93%, a maior desde a fundação da empresa, em 1990.

“Projetamos um crescimento de mais de 50% até o final deste ano. Estão previstas mais 50 inaugurações”, garantiu Anjos. “Queremos seguir expandindo para fora do Brasil e já temos conversas para abertura de lojas no Uruguai e na Argentina”, comentou o diretor.

A linha própria da empresa conta com 25 modelos de colchões e cerca de 40 sofás, além de algumas pesonalizações definidas que o cliente pode escolher. Há ainda outros produtos da linha “cama”, de outras marcas, vendidos nas lojas.

Empresa familiar, a Anjos Colchões & Sofás começou suas atividades com produção de estofados com quatro funcionários. Hoje, gera mais de 500 empregos diretos e 1800 indiretos. Em 2007 foi criada a Anjos Franchising, projeto que deu início a Rede Franquias, filão de negócios que é o carro-chefe para a expansão da marca. “O objetivo é fechar 2021 com 200 lojas e, para 2025, nossa meta é contar com 500 lojas”, finalizou Anjos.

Fonte: Gazeta do Povo